Arquivo da tag: Dia dos Pais

O que toda Criança Deveria Aprender com seu Pai

Creio que no plano ideal de Deus para a humanidade, toda criança deveria nascer numa família, onde pai e mãe fossem boas referências e cuidadores amorosos. Ninguém deveria crescer fora de um ambiente familiar funcional.

Ainda refletindo sobre o “modelo ideal”, creio que todo filho deveria ter seu pai como seu primeiro pastor, educador e juiz .

Primeiro pastor porque as Escrituras apresentam o homem como sacerdote do lar e líder espiritual da família. Quando o pai desenvolve esses papéis, a criança irá aprender desde cedo a viver o Evangelho na prática.

Primeiro Educador porque a educação e a formação para a vida iniciam em casa. É no ambiente do lar que a criança pode desenvolver o amor pelos livros, o gosto pelos estudos e aprender diferentes habilidades e valores para sua vida.

Primeiro Juiz porque é atribuição de cada pai ensinar seu filho sobre limites, desenvolvendo seu caráter e sua ética. Filhos que são disciplinados pelos seus pais, possuem melhores chances de não precisarem ser disciplinados por autoridades policiais e judiciárias.

Como escrevi no começo isso seria o plano ideal. Alguns filhos tem o privilégio de crescer com um pai que possui tais características. Alguns pais poderão se empenhar em cumprir tais funções. Mas o que fazer quando isso não foi possível acontecer???

A graça de Deus se manifesta de muitas formas, por isso, mesmo quando o plano ideal não se concretiza, um novo plano é desenvolvido. Quando uma criança cresce longe de seu pai ou perto de um pai que não cumpre tais funções, Deus usará outras pessoas para serem referências de uma espiritualidade saudável e de uma boa  formação educacional, moral e ética. Quando um pai falha, Deus coloca uma outra pessoa em nosso caminho para nos ajudar, afinal “As pessoas aprendem umas com as outras, assim como o ferro afia o próprio ferro” Pv 27.17.

Quem sabe Deus não irá usar sua vida para ajudar pessoas que cresceram longe de um pai, que precisam de boas referências de fé, integridade, trabalho e amor. O Novo Testamento mostra que podemos ser Pais na fé de alguém, que talvez precise de uma nova referência paterna em sua vida. Estou comprometido em ser um pai com essas funções para meus filhos biológicos e filhos na fé. E você??

pai

Aos Pais

Aproveito o Dia dos Pais para falar sobre a responsabilidade e a alegria da paternidade. Ser pai é receber uma nova chance de acertar, é uma oportunidade de tentar novamente. Ao longo da vida acumulamos erros , que com o passar do tempo irão trazer arrependimento por não ter feito algo ou por determinadas escolhas que fizemos. As vezes, esses erros custam caro, outras nem tanto. Mas o fato é que quando nos tornamos pais, já sabemos, em boa parte, o que não se deve fazer. Essa maturidade ajudará a guiar nossos filhos por caminhos melhores.

Jesus, falando sobre nossas prioridades, afirmou: “Buscai, pois, em primeiro lugar o seu Reino e a sua justiça, a as demais coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6.33). Precisamos viver essa realidade e ensiná-la para nossos filhos. Muitos pais se preocupam apenas com “as demais coisas”, deixando Deus no final de suas preocupações. Isso é um grave erro. O Senhor é nossa maior riqueza, por isso, deve ser a principal parte da herança que deixaremos para nossos filhos. Ensine seu filho a colocar Jesus como sua prioridade. Preocupe-se com a formação espiritual dele, pois por melhor que ele seja na sua profissão, nos esportes, nas artes, sem o fundamento do Evangelho em sua vida, ele perderá o mais importante.

Divido com vocês cinco estratégias para uma boa formação espiritual de seus filhos:

1 – Proporcione a ele experiência missionárias - Mesmo que seu filho não seja um missionário de tempo integral, ele pode ter experiências missionárias de 3 semanas, 6 meses ou 1 ano. Há muitas organizações cristãs que promovem ações desta natureza. Isso irá produzir em seu filho um compromisso com a obra missionária que o acompanhará por toda sua vida.

2 – Converse com ele sobre suas experiências com Deus – Aquilo que você recebeu e viveu com Deus, reparta com ele. Conte suas aventuras como Senhor, fale de sua fé, das respostas de orações, dos livramentos, das bençãos, enfim, anuncie as próximas gerações os feitos do Senhor em sua vida.

3 – Estude a Palavra de Deus e Ore com seu filho – Muitos filhos de cristãos sabem muito pouco acerca de Deus, mal sabem orar e são imaturos espiritualmente. Não permita que seja assim com seus filhos. Tenha momentos de estudo bíblico em família. Orem juntos, sirvam a Deus juntos, enfim, vivam em família a fé cristã.

4 – Semeie e regue no coração de seus filhos amor e compromisso com a Igreja e a obra de Deus -  Incentive seu filho a servir na obra de Deus, a participar ativamente da igreja. Canalize a energia dele para o ministério. Não fale mal de seus pastores, nem de outros irmãos, não critique a igreja irresponsavelmente, não alimente no coração dele ressentimento ou indiferença quanto a noiva de Cristo.

5 – Viva sua fé com humildade e sem hipocrisia – Não aparente uma espiritualidade que você não vive. Não seja um falso moralista, ou um fariseu. Seja humilde em reconhecer que você também tem áreas a melhorar. Quando errar peça perdão, quando passar do limite reconsidere. Não coloque sobre seu filho um jugo que nem você é capaz de carregar, ofereça a ele a firmeza bíblica, acompanhada do amor e da graça de Deus.

Que nossos filhos sejam como flechas nas mãos do arqueiro, que no tempo certo serão lançadas e acertarão o alvo.

Abaixo um lindo clipe que nossa igreja produziu para o dia dos pais. Neste vídeo há algo lindo: filhos ao lado de seus pais.

Dia dos Pais – Passo D´Areia