Arquivo da tag: cicatriz

Por trás das Cicatrizes

Conheci um homem, em Guiné Bissau, que trazia no corpo muitas cicatrizes que obteve por se converter ao cristianismo. Ele foi o primeiro de sua família que abandonou o islamismo. Por causa de sua decisão, seus irmãos, primos e tios deram uma surra tão grande nele, que o deixaram marcas por todo o corpo, algumas que irão acompanha-lo por toda sua vida. Quando conheci sua história, entendi melhor as palavras do Apóstolo Paulo, que afirma em Gálatas 6.17: “Quanto ao mais, ninguém me moleste, porque eu trago no corpo as marcas de Jesus”. Aquele africano podia dizer o mesmo.

Também existem cicatrizes internas, que marcaram nossa alma, que também nos proporcionaram dores intensas. Tais cicatrizes podem ser causadas por dramas familiares, desilusões afetivas, fracassos, conflitos entre tantas outras possibilidades. Ao longo da vida, todos acumularam esse tipo de cicatriz.

Mas qual o propósito das cicatrizes em nossa vida? Refletindo sobre essa pergunta, concluí que por traz de uma cicatriz, existe um sobrevivente. Quando olhamos para elas, recordamos, que apesar da dor e do sofrimento, sobrevivemos aquele drama, saímos marcados, porém vivos. Para evitar qualquer tipo de ufanismo, as cicatrizes ajudam a lembrar nossa fragilidade e humanidade.

Como Deus não desperdiça nenhuma de nossas dores, as cicatrizes também proporcionam autoridade para testemunhar aquilo que vivemos, dão crédito às experiências vividas. Por isso, não tenha vergonha de suas cicatrizes, não gaste energia tentando escondê-las, ao contrário, exponha e fale sobre elas. Jesus Cristo quando ressuscitou e apareceu aos seus discípulos, fez questão de mostrar suas cicatrizes (João 20,24-29). Elas o acompanharam , inclusive após sua ressureição, para servirem como sinal de seu sacrifício.

Quando você estiver enfrentando grandes batalhas, que estejam causando feridas em seu corpo ou em sua alma, não desanime. Creia que a graça de Deus transforma toda ferida em cicatriz. Confie que o Senhor está forjando algo em sua vida, para leva-lo a um nível mais profundo de maturidade e fé. Lembre-se do que foi dito a Jó: “Pois te esquecerás dos teus sofrimentos e deles só terás lembrança como de águas que passaram” (Jó 11.16).

Tenha um novo olhar sobre suas cicatrizes, ao invés da reclamação ou autocomiseração veja elas como oportunidades para recomeçar. A graça de Deus nos permite, mesmo machucados, tentar novamente. Que maravilha!!!

cicatriz